Ricciardi fala em contas falsas e atira: "Só não se referem a Bruno de Carvalho e a Carlos Vieira..."

Ricciardi fala em contas falsas e atira: "Só não se referem a Bruno de Carvalho e a Carlos Vieira..."

José Maria Ricciardi explicou os motivos que o levam a concorrer à presidência do Sporting, a agregação de mais candidaturas e ainda as contas falsas criadas nas redes sociais.

Candidatura: "Estivemos a aguardar outras alternativas. Não aconteceu e por isso decidimos que um sacrifício, no bom sentido, era fundamental nesta altura das nossas vidas. Avançamos porque de facto, a realidade do Sporting e não só, mas não vamos falar de outros clubes, é suficientemente difícil e complexa para que possa ser levada a cabo sem que haja uma equipa com experiência e com capacidade de liderança como aquela que achamos que temos".

Espera agregar mais candidaturas ao projeto, como a de Zeferino Boal? "Gostaríamos, sim. É evidente que a agregação das candidaturas não é uma mera junção de pessoas e de listas. A agregação tem que ser de pessoas que comungam de um conjunto de valores, ideias e objetivos que sejam integráveis. Portanto, estamos absolutamente abertos a isso, achamos que todos os sócios que se candidataram têm total legitimidade para o fazer e assim continuaremos a tentar fazer. A agregação tanto pode acontecer agora como a 9 de setembro [dia após as eleições]. Podem ter a certeza: se não formos nós a ganhar, iremos apoiar o próximo presidente do Sporting. Iremos fazer de tudo para o ajudar, como também esperamos que seja o mesmo no caso dos nossos concorrentes, porque achamos que um dos maiores problemas do Sporting é exatamente esse. Como pensamos ganhar, esperamos que os outros tenham essa atitude".

Como convencer os anticorpos que possam existir entre os adeptos? "Não me preocupo nada em andar a esticar os anticorpos. Os sócios, como todos os portugueses, têm toda a capacidade para saber avaliar as pessoas e o que elas são efetivamente. Eu quero dizer que já inventaram umas contas falsas no Twitter a meu respeito, com a minha foto, que me obrigam a tomar os procedimentos judiciais respetivos. Existem também nas redes sociais um conjunto de contas de pessoas que se escondem atrás de falsos nomes para me insultar, para contar histórias falsas, não só sobre nós como também sobre outras candidaturas. Curiosamente só não se referem a Bruno de Carvalho e a Carlos Vieira, mas deve ser só coincidência...".

O que o leva a concorrer agora? "Antes estava em cargos que me impediam de exercer esta função. Por outro lado, como disse, estamos numa altura muito difícil da vida do clube, não só financeira e economicamente como também a nível da reputação. O que se passou em Alcochete passou no mundo todo e é a página mais negra que alguma vez vimos no clube. Achamos que está na altura, com a experiência que temos, de vir servir o Sporting para resolver estes problemas no momento mais complicado do clube".