Produto da formação travou interesse do Sporting em Lyanco

Produto da formação travou interesse do Sporting em Lyanco

Exibições de Gonçalo Inácio, e também de Borja, tranquilizaram Amorim e permitem à SAD focar-se na compra de um avançado.

O defesa-central brasileiro Lyanco era outro alvo que estava em mente dos responsáveis da SAD do Sporting. No entanto, o bom desempenho do jovem Gonçalo Inácio nos jogos de pré-temporada e as atuações suficientes e cumpridoras de Borja na posição, deixaram o ataque a Lyanco... parado há semanas.

O processo, dadas as dificuldades em vender e obter encaixes satisfatórios para poder reinvestir no plantel, continuará provavelmente parado, pois deixou de ser uma prioridade para Rúben Amorim.

Quaresma, Coates e Feddal formam o trio de titulares, e Neto, Inácio e Borja a segunda linha. Assim, depois de conversas (recusadas) para adquirir 60% do passe de Lyanco por 5 milhões, a SAD poupa ao travar o negócio, focando-se no avançado.