Ordem dos Notários repudia declarações de Bruno de Carvalho

Ordem dos Notários repudia declarações de Bruno de Carvalho

Ordem dos Notários reagiu às declarações do presidente do Sporting na sequência da Assembleia Geral destitutiva de sábado.

A Ordem dos Notários emitiu esta segunda-feira um comunicado em que repudia as declarações proferidas por Bruno de Carvalho, na sequência da Assembleia Geral (AG) que ditou a sua destituição do cargo de presidente do Conselho Diretivo do Sporting.

"A função de um notário no âmbito de uma assembleia-geral, independentemente, de quem a requereu, é, de forma objetiva, descrever e certificar em instrumento avulso os factos que presenciou; A Ordem dos Notários repudia, nomeadamente, a insinuação proferida pelo Dr. Bruno de Carvalho no sentido de que o notário iria adulterar a ata da Assembleia Geral, e mencionar na mesma factos falsos", pode ler-se no comunicado emitido pelo órgão. Bruno de Carvalho garantiu que "nenhum notário conseguiria fazer a confirmação" dos votos necessários para a sua destituição, falando numa AG "ferida de tudo".

A Ordem dos Notários prossegue: "O Dr. Bruno de Carvalho pode, como qualquer outro cidadão, apresentar junto da Ordem dos Notários as suas queixas referentes ao notário em causa, mas não pode questionar, sem qualquer fundamento, a dignidade profissional de quem está a exercer funções públicas; Os dirigentes desportivos devem ter consciência da responsabilidade que acarreta o mediatismo das suas funções, e não podem, de forma inimputável, colocar em causa as instituições públicas", remata, no comunicado.