"O TAD condenou Rafael Leão e a indemnização já estará perto dos 20 milhões"

"O TAD condenou Rafael Leão e a indemnização já estará perto dos 20 milhões"

Porta-voz do Sporting diz que o avançado tem juros altos a pagar.

Na sexta-feira, o Tribunal da Relação de Lisboa anunciou que indeferiu o recurso apresentado por Rafael Leão, o último possível, depois de o Tribunal Arbitral do Desporto ter condenado o atleta a pagar 16,5 milhões de euros pela rescisão unilateral com o Sporting em 2018, após o ataque a Alcochete.

Miguel Braga, porta-voz do Sporting, detalhou que, devido aos juros, o dianteiro do Milan tem uma indemnização ainda maior. "O TAD condenou o Rafael Leão. A indemnização neste momento já estará perto dos 20 milhões de euros. O acórdão mantém-se válido, há outros processos contra o Lille para que seja declarada a solidariedade do clube no pagamento e acreditamos que a razão está do nosso lado", disse no programa "Raio-X" da "Sporting TV.

No espaço de comentário, criticou ainda a arbitragem e o VAR, a cargo de João Pinheiro, na partida com o Braga, contestando a falta assinalada a Matheus Reis dentro da área. "Não existiu o critério normal do VAR. Ninguém está a reclamar na área. É um lance mal visto pelo VAR. Houve um erro claro em relação ao protocolo e o jogo fica marcado por isso. Não há ninguém que veja ali falta", advogou, avançando que Palhinha levou uma cotovelada na área: "Já vi lances similares darem amarelo ou até vermelho."