Exclusivo O que espera o Sporting na Turquia: "Quando o Pjanic tem a bola resta rezar"

O que espera o Sporting na Turquia: "Quando o Pjanic tem a bola resta rezar"
Frederico Bártolo

Tópicos

O Altay foi a primeira equipa a vencer o campeão no campeonato deste ano e Marco Paixão admite que uma "praga de lesões" ajudou à tarefa do seu conjunto. Sugere ao Sporting atacar as costas da defesa

Marco Paixão está a cumprir a quarta época no Altay , que infligiu a primeira derrota ao Besiktas no campeonato turco, a 24 de setembro.

"Tivemos alguma sorte. Apanhámo-los com menos ritmo, porque até vinham de bons jogos, mas sentiram muitas dificuldades pelas lesões", diz o avançado português a O JOGO, analisando ao pormenor um adversário que considera estar em crescendo: "São os campeões e, para mim, a melhor equipa da Turquia, mas ainda não estão na melhor forma. Passaram por um momento menos bom e, aos poucos, já estão a conseguir recuperar jogadores, casos do Montero, do Pjanic e do Batshuayi. Tiveram uma praga de lesões, mas têm condições para dizer que são a melhor formação aqui."