O plano do Sporting para o regresso da equipa B e o nome escolhido para o banco

O plano do Sporting para o regresso da equipa B e o nome escolhido para o banco
Rafael Toucedo/Rui Miguel Gomes

Tópicos

Regresso A SAD leonina estuda a possibilidade de recolocar o atual técnico dos sub-23, para comandar a formação que em princípio será reativada já em 2020/21.

O Sporting viu recentemente aprovada a sua inscrição de equipa B para as próximas duas temporadas e, embora estivesse previsto reativar a equipa secundária só em 2021/22, pode fazê-lo já na próxima temporada (2020/21) e com Leonel Pontes como treinador.

O atual treinador da equipa de Sub-23 é o nome que está a ser equacionado pela SAD verde e branca para dirigir os bês, apurou O JOGO. Pontes, adjunto durante largos anos de Paulo Bento no Sporting e na Seleção de Portugal, comandou também várias equipas na formação leonina e na época prestes a terminar assumiu mesmo o comando da equipa principal após um início imaculado nos Sub-23, com cinco vitórias em cinco jogos. Na formação principal as coisas não correram tão bem (em quatro jogos obteve um empate e três derrotas) e regressou aos Sub-23.

O regresso antecipado da equipa B dos verdes e brancos está a ser ultimado nos escritórios da SAD e obedece ao facto de estar em a ser reformulados os quadros competitivos em Portugal, o que permite a entrada em 2020/21 no Campeonato de Portugal, para tentar o acesso imediato à II Liga (caso tal desiderato não seja alcançado, a equipa pode apurar-se para a já preparada III Liga na época seguinte).

Frederico Varandas, presidente leonino, confirmou este cenário há cerca de uma semana em entrevista ao Canal 11: "A III Liga abre a porta que tem de ser agora. Tem de ser agora, estamos a trabalhar. Vamos ter novidades nas próximas semanas".

O orçamento da equipa B, que coexistirá com a principal e a de Sub-23, será naturalmente de contenção financeira, uma regra em vigor no emblema e uma premissa do elenco de Varandas.

Recorde-se que o Sporting abandonou o projeto da equipa B no fim da época 2017/18, na presidência de Bruno de Carvalho, quando esta terminou a II Liga em 18.º e estava condenada à descida. Nem os contributos de Demiral, Max, Ivanildo, Jovane, Miguel Luís, Dala ou Rafael Leão impediram tal desfecho.