O plano do Sporting para antecipar a valorização de Porro

O plano do Sporting para antecipar a valorização de Porro
Bruno Fernandes/Rui Miguel Gomes

Tópicos

SAD do Sporting contratualizou opção de 8,5 M€ com o Manchester City para pagar em 2022, mas exibições do ala podem mudar a estratégia

O Sporting foca-se em 2020/21 como a época do reerguer desportivo, sustentada num plantel com o cunho de Rúben Amorim, mas... já tem um olho posto na próxima: ainda estamos, de facto, longe para definir aquilo que será o próximo plantel, por todas as variáveis que vão entrar nas contas leoninas, só que a SAD liderada por Frederico Varandas tem a intenção de precipitar os processos que estão mais à mão, como o de Pedro Porro, lateral-direito emprestado pelo Manchester City.

Sabe O JOGO que os verdes e brancos não pretendem esperar pelo fim dos dois anos de empréstimo acordados com o emblema inglês, podendo, neste sentido, antecipar para o próximo verão o pagamento da opção, que foi avaliada em 8,5 milhões de euros (para 2022).

Pedido expresso do técnico que chegou de Braga - e que não conseguiu, em primeira instância, promover o regresso de Esgaio ao leão, precisamente dos arsenalistas -, o futebolista natural de Don Benito, na província de Badajoz, chegou depois de uma época no Valladolid marcada por problemas musculares tamanhos que só lhe permitiram realizar 15 jogos oficiais; em Alvalade, e ao cabo de nova encontros disputados pelos Sporting, Porro... apareceu nos nove, mostrando qualidade à direita e disponibilidade física, fatores que até o levaram novamente a vestir as cores da seleção sub-21 de Espanha (na última pausa FIFA do ano, falhou o jogo com as Ilhas Faroé, mas foi titular contra Israel, usando, também, a braçadeira).

Perante a conjuntura, a administração verde e branca parece convencida que entre mãos tem um jovem de 21 anos por quem deverá pagar uma soma substancial, mas cujo investimento poderá ser recompensado a curto (jogando) e médio prazo (na vertente financeira).

É um facto que ainda não existe qualquer materialização de interesse, mas também verdade é que o Sporting vai lutar contra o que acha que será uma natural valorização do produto, que custou 12 M€ ao City em 2018 junto do Girona - assinou até 2024.