Nuno Mendes vai permitir ao Sporting agitar o mercado

Nuno Mendes vai permitir ao Sporting agitar o mercado

A cláusula de opção de compra de Nuno Mendes é de 40 M€ e o PSG já decidiu que vai ficar com o lateral, pelo qual já pagou 7 M€ por taxa de empréstimo. Leões atacarão alvos definidos, como Morita ou Trincão, quando tiverem o dinheiro do lateral.

O plantel do Sporting goza de férias e o trabalho feito por Hugo Viana e Rúben Amorim permite aos leões encarar o mercado sem urgência. Como tem sido apanágio da Direção de Frederico Varandas, o investimento só acontece após a entrada de dinheiro: o apuramento para os "oitavos" da Champions ajudou às contratações de Rúben Vinagre (10,5 M€) e Porro (8,5 M€). St. Juste foi contratado por 9,5 M€, valor que pode aumentar com bónus, e foi o único caso em que a SAD jogou na antecipação de modo a trancar o central.

Agora, a palavra de ordem é esperar, nomeadamente pela injeção financeira mais aguardada. Nuno Mendes realiza este sábado o último jogo da época pelo PSG, frente ao Metz, e só depois a transferência será oficializada. O internacional luso já têm um acordo com os parisienses, que vão pagar os 40 M€ acordados com o Sporting pela opção de compra, no momento de um empréstimo que rendeu aos leões 7 M€. Depois de ficar consumado o negócio e de ser paga a primeira tranche, a SAD verde e branca terá dinheiro fresco para atacar o mercado.

Na baliza, Rúben Amorim explicou a vontade em ficar com João Virgínia, sendo que o Sporting tenta novo empréstimo; Morita, do Santa Clara, continua no topo das prioridades para o meio-campo e a negociação continua de pé. Para o ataque, Francisco Trincão é solução mais dispendiosa, mas os leões não podem avançar enquanto o Wolverhampton não devolver o jogador ao Barcelona.

Refira-se que, na sexta-feira, o "El Desmarque" noticiou que o Valhadolid não tem 10 M€ para dar por Plata, jogador que o Sporting quer vender.