Núcleo do Sporting em Sintra vandalizado antes do dérbi com o Benfica

Núcleo do Sporting em Sintra vandalizado antes do dérbi com o Benfica

Na fachada do núcleo está inscrito "VL 96", em alusão ao caso na final da Taça de Portugal de 95/96 que culminou com a morte de um adepto do Sporting.

O núcleo do Sporting em Sintra foi vandalizado na madrugada desta sexta-feira, dia em que se joga o dérbi com o Benfica. A fachada do edifício foi pintada e podia ler-se "VL 96", em alusão ao jogo da Taça de Portugal em 1995, no Jamor, em que um adepto leonino morreu depois de ser atingido por um very-light lançado por um apoiante dos encarnados.

Em comunicado, o Núcleo leonino, que já foi atacado por três vezes desde a fundação em 2016, refere que responderá com "o orgulho da camisola" e que sai ainda "mais forte" e "unido", ainda que "os cobardolas voltem uma quarta ou quinta vez".

"Cientes que a sã convivência e o civismo devem nortear o comportamento de quem está nas instituições, sejam elas cívicas, culturais ou desportivas, não cederemos à tentação de apelar a comportamentos impulsivos. Somos o Sporting Clube de Portugal, escola de carácter cuja compleição moral e cívica nos impede de primarismos que outros adotam como modo de vida, atuando na calada da noite contra o património duma grande instituição nacional", pode ler-se no comunicado divulgado no facebook.

"Não nos intimidam, e à pequenez, característica de qualquer reles pilha galinhas, responderemos com o orgulho da nossa camisola, a certeza dos nossos valores, e a alegria da nossa convicção. Apesar dos custos materiais que cada reposição e limpeza nos impõe, saímos sempre mais fortes e unidos, ainda que os cobardolas voltem uma quarta ou quinta vez", escreve ainda um dos responsáveis pelo núcleo.