Neto: "Houve um plano que nunca conseguimos colocar em prática..."

Neto: "Houve um plano que nunca conseguimos colocar em prática..."

Declarações do defesa português do Sporting em reação à goleada sofrida ante o Ajax (1-5), em jogo da primeira ronda da fase de grupos da Champions

Reação: "O jogo foi ingrato. Começámos logo a perder, houve um plano que nunca conseguimos colocar em prática, até pelo desenrolar do jogo, com golos sofridos em lances que ninguém esperava. Naturalmente, ficamos desconfortáveis com o resultado, os jogadores do Ajax são muito forte em transições, mas tentamos assentar o jogo, colocar em prática o que treinamos, mas o 3-1 foi chave, creio. Tínhamos muita coisa a mudar ao intervalo, entramos bem, mas por muito que mentalmente queiramos fechar a porta, estamos obrigados a partir para cima, até pelo que representa este clube, e fazer o que planeamos e para o qual tínhamos capacidade.

Desequilibrio de Antony: "Tínhamos estudado o Antony, estávamos preparados para os movimentos, mas as coisas não correram bem. Uma coisa era sofrer o primeiro golo aos dez minutos, outra foi levar aqueles dois logo tão rápido. Temos muito para melhorar, ainda temos palavra a dizer nesta competição."

Inexperiência: "O primeiro impacto de Champions numa equipa que tinha pouca experiência, é normal que surja inexperiência. Foi olhos nos olhos, mas tivemos dificuldades. Tivemos muito apoio, mas as circunstâncias de jogo não quiserem nada connosco. Podíamos ter partido para uma segunda parte com 3-2, mas o golo [do Paulinho] foi anulado... Não estamos satisfeitos e temos que reagir, dar as mãos, falar e sair por cima. Acredito que vamos fazer melhor já no domingo."