"Não pode haver qualquer tipo de rescisão, ninguém pode apresentar"

"Não pode haver qualquer tipo de rescisão, ninguém pode apresentar"

Bruno de Carvalho esclarece que falou com Joaquim Evangelista e aponta aos jogadores.

Bruno de Carvalho garantiu este sábado que "não pode haver qualquer tipo de rescisão" dos jogadores do Sporting na sequência dos incidentes registados na terça-feira em Alcochete.

Em conferência de imprensa, o presidente do Sporting falou de um "ato involuntário" dos jogadores e realçou que o plantel leonino não percebeu a "verdadeira dimensão do que se estava a passar".

"Os jogadores não têm culpa. Não perceberam a dimensão do que se estava a passar. Não me alertaram porque eu perceberia a dimensão do que se estava a passar. Já o disse a Joaquim Evangelista, não pode, não deve, não pode haver qualquer tipo de rescisão a partir de um ato que involuntariamente saiu dos próprios jogadores. Lamento ter que falar nisto antes da final da Taça, não merecem nada daquilo que passaram, mas o Sporting também não merece o que se passou", atirou Bruno de Carvalho.