Exclusivo Mundo rendeu-se à fábrica do Sporting: viveiro de extremos já dribla há 20 anos

Mundo rendeu-se à fábrica do Sporting: viveiro de extremos já dribla há 20 anos

Cristiano Ronaldo dá agora nome ao espaço dos jovens leões mesmo tendo saído do clube pouco depois da sua inauguração. Foram 10 extremos vendidos, 77,25 M€ de lucro. O mundo rendeu-se à fábrica.

Quando na Europa se ouve falar do Sporting, os nomes de Cristiano Ronaldo e Figo são as primeiras referências. Os dois Bolas de Ouro representam a aposta na formação e o apetite específico do Sporting em potenciar extremos.

Foi assim com Figo, Quaresma, Simão e Boa Morte, que não conheceram a Academia de Alcochete, e que renderam 15 milhões de euros, valores curtos para a norma da atualidade.