Mónaco ataca Rui Patrício com 12 milhões

Mónaco ataca Rui Patrício com 12 milhões

O guarda-redes do Sporting está no topo das prioridades do clube liderado pelo multimilionário russo Dmitry Rybolovlev, segundo avança o portal "Foot Mercato".

É notícia do dia em França: o Mónaco está no mercado por um guarda-redes e, de acordo com o portal "Foot Mercato", Rui Patrício surge à cabeça dos potenciais alvos. De acordo com a mesma fonte, o clube governado pelo bilionário russo Dmitry Rybolovlev tenciona atacar a contratação do guardião do Sporting mediante a formulação de uma proposta na ordem dos 12 milhões de euros.

Representado por Jorge Mendes, agente FIFA que, neste defeso, foi responsável pela condução das transferências de Falcao, James Rodríguez, João Moutinho e Ricardo Carvalho para o emblema monegasco, Rui Patrício é o nome que se segue na agenda, depois de, segundo o "Foot Mercato", o clube gaulês ter visto falhar a tentativa de recrutar Mandanda, titular do Marselha.

Em Alvalade, conforme O JOGO há muito noticiou, os gestores do futebol do Sporting estão preparados para, mediante encaixe financeiro apetecível, perderem aquele que nos últimos seis anos foi dono e senhor da baliza leonina. Na linha de sucessão (e em processo de renovação contratual) está o brasileiro Marcelo Boeck, que, como o próprio sublinhou em entrevista recente a O JOGO, passou as últimas duas temporadas a preparar-se para ser o número 1 dos leões.