Marta Soares responde a Elsa Judas: "Ela está legitimada porquê?"

Marta Soares responde a Elsa Judas: "Ela está legitimada porquê?"
Bruno Fernandes

Tópicos

Presidente da Comissão Transitória da Mesa da Assembleia Geral do Sporting afirmou que presidente de Mesa estava demissionário

Elsa Judas, presidente da recém-criada comissão transitória da Mesa da Assembleia-Geral, defendeu este domingo que Jaime Marta Soares, presidente de Mesa da AG está, de facto, demissionário, apesar de dizer que nunca o ter chegado a fazer de forma formal, mas apenas verbal.

Em declarações a O JOGO, Jaime Marta Soares reafirmou que se encontra em funções, mesmo que tivesse apresentado a demissão. "O presidente da Mesa, para assumir a sua demissão, tinha de informar desse pedido ao presidente do Conselho Fiscal e Disciplinar [Nuno Silvério Maques], algo que não aconteceu. Mas mesmo que o tivesse feito, a Mesa fica em funções até ao momento em que haja eleições devidamente convocadas pelos estatutos. E depois seria eu próprio, como presidente da Mesa cessante, via eleições, a dar posse a quem fosse eleito. Tudo isto cai pelo desconhecimento que [Elsa Judas] tem dos estatutos. A Mesa tem vindo a gerir todo o seu trabalho no cumprimento rigoroso dos estatutos do Sporting, que são a constituição do Sporting, a matriz de todo o processo, do respeito pelos sócios. O que o presidente da Mesa tem vindo a fazer é respeitar com rigor aquilo que é a vontade dos sócios"

O presidente da Mesa que, recorde-se, convocou uma Assembleia-Geral destitutiva para o Conselho Diretivo para 23 de junho, apontou também à própria Elsa Judas para falar em legitimidade. "Eu estou legitimado em eleição por vontade dos sócios. E ela está legitimada porquê, por um golpe de Estado? Ela que não confunda o que é legitimidade democrática com sustentação estatutária. É uma ilegalidade grave"