"Lugar na história? Talvez seja uma das coisas que as pessoas mais me dizem"

"Lugar na história? Talvez seja uma das coisas que as pessoas mais me dizem"

Declarações de Sebastián Coates em entrevista concedida à UEFA.

Em vésperas de defrontar o Borussia Dortmund e em entrevista à UEFA, Sebastián Coates, capitão do Sporting, garante que não pensa muito sobre o facto de já ter entrado para a história do emblema leonino.

"Lugar na história? Talvez seja uma das coisas que as pessoas mais me dizem, mas não penso muito sobre isso. Claro que vencer o campeonato no ano passado foi muito importante para todos: clube, jogadores, adeptos, já que há muito tempo que isso não acontecia, mas temos de viver dia-a-dia, e às vezes é difícil pensar se algo é importante ou não para o clube", começou por dizer o central uruguaio de 30 anos.

"Pessoalmente, tendo sempre dar o meu melhor, e se as pessoas se lembrarem de mim pelo que fiz [na carreira], ficarei satisfeito. Faço o mesmo que outros fizeram comigo quando cheguei: tento ensinar-lhes [aos companheiros] o que é o clube e a equipa, como é jogar aqui. Falo com eles sobre a pressão de jogar num clube tão grande como o Sporting. Tento fazer isso da melhor maneira que posso. Obviamente que não somos perfeitos e cometemos erros, mas aprendemos com o tempo", concluiu sobre o tema.