Jorge Jesus limpa uma equipa para ter reforços

Jorge Jesus limpa uma equipa para ter reforços

Numa altura em que se deparam com dificuldades para satisfazer as pretensões dos alvos definidos para reforçar o plantel, leões procuram ganhar liquidez para os abordar com novos argumentos

O Sporting já definiu as posições a reforçar para 2016/17 e, conforme O JOGO deu conta em tempo oportuno, os leões designaram as contratações de um guarda-redes, de um central e de dois médios, um de características mais defensivas, outro de transição, como prioritárias. A intenção de dotar o plantel à disposição de Jorge Jesus de alternativas de qualidade para as posições dos titulares Rui Patrício, Coates ou Rúben Semedo, William e Adrien levou a SAD leonina a avançar para conversações com Eduardo ou Sandro, tal como, num primeiro momento, com Douglas.

As dificuldades com que os responsáveis da sociedade que gere o futebol leonino se debatem para satisfazer as pretensões salariais do guardião português, do médio-defensivo e do central brasileiros levam à reequação de prioridades e a cogitar uma fórmula que permita nova liquidez para atacar o mercado. Nesse sentido, por forma a cortar significativamente na massa salarial, além do encaixe financeiro inerente a potenciais transferências, o Sporting tem um lote de negociáveis de 11 jogadores.

Leia mais na edição e-paper de O JOGO