Jesus volta a falar dos profetas da desgraça e recorda: "Sporting nem lá chegava..."

Jesus volta a falar dos profetas da desgraça e recorda: "Sporting nem lá chegava..."

Treinador do Sporting comenta a conquista da Taça da Liga, a primeira do Sporting. Vinca que não foi fácil chegar a um clube sem a cultura de vitória.

A vitória - "Nunca tinha ganho uma Taça da Liga nos penáltis, foi a primeira vez. O valor é o mesmo. Jogámos contra uma equipa que foi melhor do que nós na primeira parte. Entrou com uma agressividade muito forte, demos 45 minutos de avanço. Gonçalo Paciência voltou a fazer novamente um grande jogo. Ao intervalo mudei, falei com a equipa, tínhamos de dar a volta à forma de estar no campo. Na segunda parte fizemos o golo, o Setúbal não nos criou as dificuldades da primeira parte".

Penáltis e críticas - "Somos muito fortes. Não nos preparámos para as grandes penalidades hoje, mas já há muito tempo. Dei novamente a responsabilidade a Coates e William. Os profetas da desgraça não sabem quem treina com eles e falam em função de um jogador ter falhado... No futebol se fosse fácil ser jogador todos eram jogadores, se fosse fácil ser treinador, todos eram treinadores. É uma profissão que exige muito conhecimento, principalmente de quem trabalha, que é quem sabe as decisões que tem a tomar. Não são tomadas de ânimo leve. Mas há muita gente que vai engolir sapos na garganta por causa do William".

Gelson - "A equipa perde velocidade de jogo ofensivo. Não há muitos jogadores como Gelson. Rúben e Bryan não eram jogadores do corredor, eram outros que deviam ter aparecido e não apareceram, só o Fábio apareceu. No intervalo houve tempo para corrigir".

Sexta Taça da Liga - "É uma marca, são seis, cinco no Benfica e uma no Sporting. Foi com essa intenção que vim para o Sporting, colocá-lo ao nível de duas grandes equipas, Benfica e FC Porto. O Sporting nem era o quase, nem lá chegava... Queremos disputar decisões. Isto demora tempo, não é fácil chegar a um clube e não ter cultura de ganhar títulos. Transformar toda uma mentalidade e pôr estes adeptos a acreditar... O Sporting hoje [sábado] mostrou que é um grande clube em Portugal. O Sporting encheu este estádio com tudo de verde".