A nega ao Tottenham, como reagiu Bruno e a revelação: "Vai ter o contrato revisto"

A nega ao Tottenham, como reagiu Bruno e a revelação: "Vai ter o contrato revisto"

Presidente do Sporting concedeu uma entrevista ao canal do clube.

Frederico Varandas, presidente do Sporting, concedeu uma entrevista ao canal do clube e a situação de Bruno Fernandes era um dos temas mais aguardados. O líder do clube leonino explicou a nega à proposta do Tottenham e falou sobre a revisão contratual com o médio internacional português.

"Vai ser revisto o seu contrato porque o merece. Merece que sejam revistas as suas condições, até para ser um exemplo para todos os outros. É assim que eu funciono. É uma função sempre de 'win-win'. Se me derem, eu dou. Estamos todos alinhados: empresário, jogador e Sporting", anunciou. "Tivemos propostas, muitas sondagens, mas a única proposta séria foi de 45 milhões do Tottenham, mais 20 milhões por objetivos que era eles vencerem a Premier League e a Champions", continuou.

"Depois de ter recusado a proposta do Tottenham, no dia seguinte, vim à Academia explicar-lhe porque recusei a proposta e dizer-lhe que tinha de ficar aqui até ao final do mercado caso não surgisse outra proposta. Ele compreendeu perfeitamente, isto não implica que ele desista dos seus sonhos, eu quero jogadores com ambição de ir para a Premier Legue, que queiram ganhar a Champions e queiram ir para o Real Madrid. Eu quero isso, mas o Bruno também percebeu que o valor que davam ao Sporting não era um valor justo, e eu isso, por melhor relação que tenha com um treinador ou jogador, nunca vou por essa relação à frente dos interesses do Sporting", garantiu.

Sobre as palavras de Bruno Fernandes relativamente à continuidade, comentou: "Vi-as sem surpresa. Eu conheço-o enquanto jogador e médico. A relação mudou e ele hoje é jogador e capitão e eu presidente. Ele demonstrou que não é só um jogador mas também um grande profissional e capitão. Eu levo 11/12 de janelas de transferências e sei o que isto mexe na cabeça dos jogadores. A dignidade e o exemplo, a responsabilidade que o Bruno Fernandes sempre manteve é exemplar", elogiou.

"Depois de ter recusado a proposta do Tottenham, no dia seguinte, vim à Academia explicar-lhe porque recusei a proposta e dizer-lhe que tinha de ficar aqui até ao final do mercado caso não surgisse outra proposta. Ele compreendeu perfeitamente, isto não implica que ele desista dos seus sonhos, eu quero jogadores com ambição de ir para a Premier Legue, que queiram ganhar a Champions e queiram ir para o Real Madrid. Eu quero isso, mas o Bruno também percebeu que o valor que davam ao Sporting não era um valor justo, e eu isso, por melhor relação que tenha com um treinador ou jogador, nunca vou por essa relação à frente dos interesses do Sporting", garantiu.