Premium Varandas dá garantia a Keizer: título promove trancas à porta

Varandas dá garantia a Keizer: título promove trancas à porta
Bruno Fernandes

Tópicos

Estrutura acredita que campeonato é meta atingível e não vai, por isso, abrir mão das suas "estrelas" neste mercado.

Nas primeiras horas do dia 9 de setembro - e no seu discurso pós-vitória eleitoral - Frederico Varandas tinha poucas dúvidas: consigo, o leão irá festejar um título que foge há já 16 anos. Não sabe, dizia, quando, mas o projeto que acabara de merecer a confiança dos sócios tem selo vencedor. Volvidos quase três meses, a confiança reforçou-se. O futebol vive dias felizes, está a dois pontos da liderança, que pertence ao FC Porto, e vai, por todo o contexto que hoje o envolve, fechar a porta a eventuais "assédios" às suas pedras mais preciosas - tudo em prol do campeonato.

Sabe O JOGO que entre os titulares indiscutíveis de Marcel Keizer existem nomes que têm suscitado recentes contactos junto dos respetivos representantes: Acuña e Wendel são exemplos de ativos apetecíveis no mercado europeu, mas que só por valores estratosféricos verão o Sporting aceitar sentar-se à mesa com outros emblemas. É simples: ao virar do ano civil, e perante a atual realidade desportiva, a estrutura do futebol dos leões entende que este é um grupo com qualidade suficiente para lutar pela vitória na Liga. Não vai, por isso, "feri-lo" em janeiro e, apurou o nosso jornal, até conta espingardas para o nutrir com mais opções. Mesmo inserida numa situação financeira limitada, a SAD está no mercado e atenta a oportunidades de negócio: para já, e tal como O JOGO noticiou, já assegurou o regresso de Francisco Geraldes, emprestado ao Eintracht Frankfurt e tenta, por estes dias, encontrar nomes para reforçar três posições: a esquerda da defesa, o meio-campo (com um futebolista polivalente) e ainda as "costas" do ataque.

Não é mesmo segredo que a confiança reina em Alvalade, basta lembrar as declarações do presidente do Sporting no jantar Corporate, que juntou atletas e parceiros dos leões. "Os adeptos diziam-me: "este ano só peço o terceiro lugar", mas hoje já me dizem "acredito no título"", revelou Frederico Varandas na quarta-feira, no Casino Estoril.