Sporting pondera acabar com empréstimos de jogadores aos clubes do G15

Sporting pondera acabar com empréstimos de jogadores aos clubes do G15

Diretor de comunicação dos leões reagiu a algumas propostas feitas pelos clubes

O Sporting, através do Nuno Saraiva, diretor de comunicação do clube, reagiu às "oito recomendações" que o grupo de clubes G15 quer discutir em Assembleia Geral da Liga. O dirigente lembrou que algumas delas já têm o carimbo do Sporting. "Boa parte das propostas, o Sporting tem-se batido quase sozinho sobre elas. Por exemplo, a reestruturação do modelo de governação da Liga. É sui generis que os clubes defendam boa parte do que o Sporting defende"

Nuno Saraiva lembrou que os clubes falam numa emancipação face aos três grandes em Portugal, mas lembrou que falta conhecer alguns pontos fundamentais. "Estamos muito curiosos para ver que propostas de arbitragem têm para fazer, que tipo de alinhamentos pretendem ter. Apesar de muitas propostas estarem em linha com alguns aspectos que defendemos, entendemos que, no seu conjunto, não permitem adivinhar nada de bom, porque não parece que haja o desejo sério e inocente de melhorar, de facto, o que está mal no futebol português."

Um dos pontos que o G15 quer discutir é o regime de empréstimos de jogadores entre clubes da I Liga, algo que leva a SAD verde e branca a colocar em cima da mesa uma posição mais extrema. "O Sporting está a ponderar seriamente deixar de emprestar jogadores aos clubes da primeira liga aos clubes que subscreverem as propostas que vierem a ser feitas. Achamos que a emancipação dos clubes deve acontecer, desde que subsistam sem os três grandes, então entendemos que quem subscrever estas propostas, que não antecipamos como positivas para o futebol português, devem caminhar sozinhos sem a nossa colaboração", rematou Nuno Saraiva, no programa Verde no Branco, da Sporting TV.