Sporting abre inquérito para responsabilizar atos analisados na auditoria

Sporting abre inquérito para responsabilizar atos analisados na auditoria

Clube de Alvalade emitiu comunicado.

O Sporting anunciou esta quarta-feira a abertura de um inquérito para responsabilizar os atos analisados na auditoria de gestão feita ao período compreendido entre junho de 2013 e junho de 2018, correspondente à presidência de Bruno de Carvalho.

"O Conselho Fiscal e Disciplinar do Sporting Clube de Portugal, tendo recebido do Conselho Diretivo dois relatórios à auditoria de gestão, relativos ao período de Junho de 2013 a Junho de 2018, do Sporting Clube de Portugal e da sociedade participada Sporting Clube de Portugal - Futebol, SAD, face à gravidade dos factos dos mesmos constantes, da sua relevância disciplinar e da necessidade de apuramento rigoroso das responsabilidades individuais pela prática dos mesmos, vem comunicar aos sócios ter deliberado, nos termos do disposto no artigo 19º do Regulamento Disciplinar, aprovado na Assembleia Geral de 17 de Fevereiro de 2018, a abertura de procedimento de inquérito prévio", pode ler-se no comunicado do clube de Alvalade.

"Mais se deliberou solicitar ao Conselho Diretivo do Sporting Clube de Portugal, o envio do inquérito interno à divulgação não autorizada dos aludidos relatórios logo que o mesmo se encontre concluído", acrescentam o Conselho Fiscal e Disciplinar leonino.