SAD do Sporting fecha semestre com lucro de 46,5 milhões de euros

SAD do Sporting fecha semestre com lucro de 46,5 milhões de euros

Sociedade liderada por Bruno de Carvalho regista perdas de 16,5 milhões de euros face ao último trimestre, mas apresenta um lucro avultado devido às saídas de João Mário e Islam Slimani

A Sporting, SAD anunciou à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), um resultado líquido positivo de 46,5 milhões de euros nos primeiros seis meses de atividade da sociedade. O resultado deve-se sobretudo à contabilização das transferências de João Mário e Islam Slimani, as quais representaram um encaixe de grosso modo de 70 milhões de euros. Verificou-se igualmente um aumento significativo dos capitais próprios à data de 31 de dezembro de 2016, o qual ascende a 21.381 milhares de euros positivos.

Refira-se que no âmbito do processo de reestruturação financeira, a SAD apresenta à data de 31 de dezembro 3,1 milhões de euros na conta reserva que poderá ser utilizada para compra dos Valores Mobiliários Obrigatoriamente Convertíveis (VMOC) aos bancos. A sociedade que gere o futebol leonino estima que em julho de 2017 possa atingir os 10 milhões de euros, montante necessário para comprar 32% das VMOCs e assim garantir a maioria do capital da Sporting SAD (considerando o valor atual da ação), tendo ainda 8 anos para obter o restante montante necessário.

Refira-se ainda que no relatório do primeiro trimestre do exercício anual apresentou um lucro de 62,9 milhões de euros, reduzindo três meses depois para os 46,5 milhões de euros e mantendo-se a tendência dos encargos e receitas financeiras, a SAD poderá apresentar um resultado liquido anual na ordem dos 14 milhões de euros, isto sem contabilizar receitas extraordinárias até julho de 2017.