Premium Reciclou garrafas e jogou ao lado dos vizinhos armados: a história de um prodígio alvo do Sporting

Reciclou garrafas e jogou ao lado dos vizinhos armados: a história de um prodígio alvo do Sporting

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.

Federico del Rio (Argentina)/Rafael Toucedo

Tópicos

Potencial reforço do Sporting através da parceria firmada com os citizens não renega às raízes num dos bairros mais problemáticos dos subúrbios de Buenos Aires. Agora, tem Alvalade e...Manchester no horizonte.

O "Barrio Ejército de los Andes" é um complexo de edifícios nos subúrbios de Buenos Aires, a poucos quilómetros da capital argentina. É conhecido popularmente como "Fuerte Apache" e não é fácil caminhar pelas suas ruas estreitas. É o sítio onde nasceu Carlos Tévez, a grande referência dos seus habitantes. E há alguns anos começou a surgir um sucessor para o capitão do Boca Juniors. Um jovem habilidoso e atrevido, hoje já com 18 anos, que, apesar da sua tenra idade, já se misturava com os mais velhos nos jogos quentinhos do bairro nos quais se jogava a dinheiro. "O bairro dá-te um pouco de calo e fome, o querer ser ganhador. Também vês coisas más. Havia pessoas a fumar ao meu lado e outras a andar pela rua de pistola na mão", contou há tempos Thiago Almada, o futebolista do Vélez que pode ser o próximo reforço do Sporting pela mão de uma proposta do Manchester City.

Os primeiros passos do "Guayo", como o conhecem em Fuerte Apache, foram dados no Santa Clara, o mesmo clube onde começou Tévez. Os vizinhos juntavam-se para ver Thiago a jogar. Também os treinadores de várias equipas o queriam contratar, mas ele não queria sair do bairro que hoje ainda visita quase diariamente, apesar de se ter mudado com os pais e os quatro irmãos para um apartamento em Liniers, perto do campo do Vélez. "O meu sonho é ser o próximo Carlos Tévez do bairro", confessou ao chegar à seleção argentina de sub-20, com apenas 16 anos. Já prometia ser um jogador distinto desde pequeno, a tal ponto que a Nike o patrocina desde os 12 anos. Os caminhos destes dois futebolistas estão tão alinhados pelo destino que o pai de Tévez é o padrinho do tio de Thiago e, dessa forma, várias vezes se cruzaram em eventos familiares nos quais o jogador do Vélez não deixava passar a oportunidade de tirar uma fotografia com a sua referência.