Polícia de intervenção em Alvalade para serenar ânimos

Polícia de intervenção em Alvalade para serenar ânimos
Filipe Alexandre Dias

Tópicos

Daniel Sampaio (na foto), vice-presidente da Mesa da Assembleia Geral, foi agredido com ovos no início da sessão de esclarecimento.

A sessão de esclarecimento dos membros da Mesa da Assembleia Geral do Sporting aos sócios começou por não ser pacífica, tendo sido chamada a Alvalade a polícia de intervenção rápida para serenar os ânimos entre os sportinguistas. Tudo isto depois de Daniel Sampaio, vice-presidente daquele órgão, ser agredido com ovos, gerando-se a confusão e o confronto verbal entre associados. Alegadamente, havia elementos afetos a claques do clube na sala onde decorria a sessão e terão sido eles os responsáveis pelo arremesso de ovos.

Primeiro, numa conferência de imprensa, Daniel Sampio deu a conhecer aos jornalistas a agenda de trabalhos agendada para a Assembleia Geral do próximo dia 9 de fevereiro, no Estádio de Alvalade, convidando-os depois a sair da sala, para darem lugar aos sócios do Sporting. Foi, então, que se produziram os desacatos, levando os responsáveis do clube a chamar a Polícia para evitar que a situação de violência se agudizasse.

Com a presença de uma força policial foi possível, algum tempo depois, evacuar da sala os causadores dos distúrbios, sendo retomados os trabalhos na sessão de esclarecimento aos sócios sportinguistas.