Os pormenores do contrato de Gelson com o Atlético de Madrid

Os pormenores do contrato de Gelson com o Atlético de Madrid
Bruno Fernandes/Duarte Tornesi/Rui Miguel Gomes

Tópicos

Atlético de Madrid assume eventuais custos caso não chegue a acordo com a SAD, que pretende receber cerca de 45 milhões de euros

Gelson já acertou os termos do contrato com o Atlético de Madrid, tendo à sua espera, sabe O JOGO, um vínculo laboral válido por cinco temporadas e um ordenado anual livre de impostos na ordem dos três milhões de euros. Por definir está apenas o prémio de assinatura, ainda dependente da forma como se concretizará a mudança para o emblema comandado por Diego Simeone.

Em causa, de acordo com informações recolhidas pelo nosso jornal, está o facto de o jogador chegar aos colchoneros sem qualquer acordo com o Sporting para a desistência do litígio em tribunal que irá aferir a justa causa da rescisão ou não. O Atlético de Madrid pretende iniciar conversações com a SAD liderada por Sousa Cintra nos próximos dias, sabendo que ao representante do atleta, Ulisses Santos, foi demonstrado o desejo de negociar a desistência do processo em tribunal por um valor a rondar os 45 milhões de euros, isto indo ao encontro da ideia pública que o líder deu de que o "Sporting não está em saldos". Ora, perante este dado, o Atlético de Madrid considera inclusive colocar nomes de atletas dos seus quadros na operação, ainda que não tenham sido avançados nomes, pese o conhecido interesse recente em Vietto.

Certo é que o Atlético de Madrid não faz depender do entendimento com o Sporting a contratação de Gelson, que tem ainda como hipóteses mais remotas a Lázio e o Bétis. Mas o projeto desportivo é naturalmente distinto.