"O Sporting não precisa de oposições internas"

"O Sporting não precisa de oposições internas"

José Couceiro felicitou Bruno de Carvalho momentos depois de ter sido conhecidos os resultados das eleições do Sporting. E garantiu que a sua lista se dilui.

José Couceiro, candidato derrotado nas eleições do Sporting, desejou hoje um "excelente mandato" a Bruno de Carvalho para os próximos quatro anos, garantindo que a sua lista se diluiu após o sufrágio.

"Desejei-lhe [a Bruno de Carvalho], caso se se confirmarem resultados, que tenha excelente mandato", disse Couceiro, o segundo mais votado nas eleições do Sporting, cujos resultados finais apenas serão conhecidos na terça-feira, após a contagem de todos os votos por correspondência.

José Couceiro lembrou que tinha dito que, mal se concluísse a contagem dos votos, a sua lista se diluía, pois "o Sporting precisa de unidade".

"É necessário alguma serenidade, bom senso e a unidade necessária. Problemas levantados na campanha são os que continuam a existir e têm de ser resolvidos", recordou Couceiro, que considera que "o Sporting não precisa de ter oposições internas".

O ex-treinador do Sporting considerou que "valeu a pena o esforço", porque "não é bom os clubes viverem na unanimidade", embora lembre as "ideias diferentes" que tem com Bruno de Carvalho.

"Não me sinto desiludido. Respeito os sócios do Sporting e as regras do jogo democrático", referiu Couceiro, que justificou a sua derrota com a desilusão "muito grande dos sócios com tudo o que se tem passado", lembrando que "as duas listas mais votadas pretendiam uma mudança de política, de alteração do quadro atual".