"O presidente do Sporting vem às instalações do clube quando quiser"

"O presidente do Sporting vem às instalações do clube quando quiser"

Elsa Tiago Judas, presidente da comissão transitória da Mesa da Assembleia Geral (MAG) do Sporting, considera que a Comissão de Fiscalização se adiantou aos tribunais. Fernando Correia foi taxativo: "O presidente vem às instalações quando quiser".

Elsa Tiago Judas comentou esta quarta-feira o anúncio da suspensão de Bruno de Carvalho por parte da Comissão de Fiscalização nomeada por Jaime Marta Soares. A presidente da comissão transitória da Mesa da Assembleia Geral (MAG) do Sporting considera que houve precipitação na decisão e no anúncio da possibilidade de existir recurso à "via judicial e remoção coerciva", conforme Rita Garcia Pereira adiantou.

"É um bocadinho perigoso falar-se disso, porque se atua depois de se terem adotado as medidas judiciais. Ninguém pode entrar aqui com a polícia e retirar o presidente em funções, sem ter a decisão judicial. Não quero falar aqui em usurpação de funções. Mas quem fez isso adiantou-se aos tribunais, fez o papel de juiz, de juiz de primeira instância, do recurso e até do Supremo Tribunal", afiançou a advogada, antes de justificar a ausência de Bruno de Carvalho da conferência de imprensa:

"Quem está aqui são as pessoas mais aptas para esclarecer estes pontos. Bruno de Carvalho com medo? Isso é piada", rematou Elsa Tiago Judas. Fernando Correia, porta-voz do presidente, reiterou que Bruno de Carvalho voltará às instalações do Sporting "quando quiser":

"O presidente do Conselho Diretivo do Sporting vem às instalações quando entender e quando quiser", afirmou.