"Mihajlovic chegou e começou logo a fazer asneiras"

"Mihajlovic chegou e começou logo a fazer asneiras"

Sousa Cintra, entrevistado pela SIC Notícias, revelou ter conversado com Paul Le Guen para substituir o treinador sérvio

A saída de Mihajlovic: "Ele tinha período de experiência de 15 dias. Não vou pagar indemnização de 10 milhões nenhuma. Chegou à Academia e começou logo a fazer asneiras. Queria mudar o estágio todo e elevar a custos de 300 mil euros. Não tenho nada contra o treinador, só que nunca ganhou nada. Era um grande jogador a marcar livres. O Sporting precisa é de um treinador. Falei com os advogados, e aproveitei o período de 15 dias"

Sobre Futre: "O Paulo Futre quis ajudar, como sportinguista, pelas relações que tem com alguns empresários. Eu próprio sempre tive muito boa relação com todos os empresários. O Jorge Mendes é o maior empresário a nível mundial. Se ele ajudar o Sporting, ficamos-lhe gratos. Doyen ajudar? O Sporting não pode rejeitar a ajuda de ninguém. Sempre defendendo os seus interesses, claro."

Sobre Inácio: "O Augusto Inácio é um funcionário, está lá. Porque deixaria de estar? Não vou dizer que vai haver um novo diretor desportivo, quero é que o Sporting tenha um bom desempenho e para isso as pessoas têm que estar empenhadas"

O treinador: "Não há nenhum treinador que não queira vir para o Sporting. Falei com um treinador na França, Paul Le Guen, para ter um plano B. Quis vir, mas entendi que não podia avançar. Fiz uma leitura atenta a todos os treinadores. O plano A era um treinador português. Peseiro é uma decisão minha