Juve Leo explica arremesso de tochas no dérbi: "Simplesmente calhou o Rui Patrício estar naquela baliza"

Juve Leo explica arremesso de tochas no dérbi: "Simplesmente calhou o Rui Patrício estar naquela baliza"

Claque do Sporting nega qualquer intenção de atingir o guarda-redes.

O dérbi entre Sporting e Benfica ficou marcado por uma paragem logo no arranque da partida, fruto da queda de dezenas de tochas lançadas por membros da Juventude Leonina para junto da baliza defendida por Rui Patrício.

Em comunicado, a claque de apoio ao Sporting nega que as tochas fossem dirigidas ao guarda-redes do Sporting, que pode estar de saída de Alvalade, revelando ter-se apenas tratado de um "festival pirotécnico dos melhores já alguma vez visto em Portugal".

"A Juventude Leonina é uma claque ultra e o que se passou no sábado foi um festival pirotécnico dos melhores já alguma vez vistos em Portugal. A Juventude Leonina luta pela legalização da pirotécnia e espectáculos como o de sábado deviam ser repetidos mais vezes.

Nada nem ninguém nos pediu nada, e é completamente vergonhosa a imagem que estão a querer fazer passar, mas alguém no seu perfeito juízo poderá pensar, que ainda por mais, num dérbi, íamos atacar o nosso guarda-redes, simplesmente calhou o Rui Patrício estar naquela baliza, pois se fosse o guarda redes visitante seria igual", pode ler-se no comunicado publicado no Facebook.