Jesus e o caso Palhinha: "Cotovelite é a marca que mais vende em Portugal"

Jesus e o caso Palhinha: "Cotovelite é a marca que mais vende em Portugal"

Jorge Jesus assumiu este sábado a responsabilidade pelo guião mal transmitido a Palhinha no clássico no Dragão e, usando grande dose de ironia para desvalorizar as reações públicas, atirou que o jogador "ficou tão afetado" que até teve "um problema psicológico"...

Interrogado, na conferência de Imprensa de antevisão sobre o jogo com o Moreirense, se queria dizer algo mais a frio sobre o caso Palhinha, Jorge Jesus, treinador do Sporting, afirmou: "Aquilo que eu disse foi que o Palhinha não levou o guião certo e normalmente nas minhas equipas quem passa o guião aos jogadores sou eu. A responsabilidade das ideias é minha, os guiões sou eu que os transmito à equipa."

Jesus usou e abusou depois da ironia na conferência e, entre sorrisos, brincou com a situação. "Se eu disse que ele não levava o guião certo, a responsabilidade é minha, eu não lhe transmiti bem. Palhinha tem muito futuro, mas quiseram-lhe arranjar problemas psicológicos... Durante a semana nem treinou. Ficou tão afetado com o problema psicológico, mas hoje recuperou; leu a entrevista do Javi García e recuperou logo", acrescentou, com sarcasmo, chamando à conversa as declarações do ex-jogador do Benfica à "Marca", onde o espanhol afirmou que Jesus foi o treinador que mais o marcou pela positiva.

"O 'problema Palhinha' foi a forma como quiseram transmitir uma ideia completamente diferente. Tenho de estar preparado para isso. Há uma marca desportiva que está há muito tempo no topo e vende muito: chama-se 'cotovelite'. É a marca que mais vende em Portugal", acrescentou Jorge Jesus, que passou então a sua mão direita sobre o cotovelo esquerdo, sugerindo que muita gente tem inveja dele.