Ingleses querem Gauld, mas Sporting tem outros planos

Ingleses querem Gauld, mas Sporting tem outros planos
Filipe Alexandre Dias

Tópicos

Ao falhar o objetivo de ascender à primeira equipa, o canhoto espera sair e atuar num outro nível. Ingleses entram em campo pelo criativo, mas a SAD pretende mantê-lo na I Liga.

Com o aproximar do final de temporada, começa a assumir contornos definitivos o plano que há muito se vinha perfilando: a saída por empréstimo de Ryan Gauld. O internacional sub-21 escocês do Sporting não ascendeu dos bês à primeira equipa leonina em ano e meio na Academia e a solução pretendida por todas as partes passa pelo empréstimo, que poderá configurar o regresso do médio-ofensivo à Grã-Bretanha. Segundo noticiou o "The Scottish Sun", o esquerdino de 20 anos é pretendido pelo Huddersfield Town, do segundo escalão de Inglaterra.

Apesar do interesse do clube do Championship, a Sporting, SAD tem outro objetivo em mente. Tal como O JOGO noticiou, a SAD leonina dá primazia ao empréstimo a um clube da I Liga, por forma a acompanhar de perto o progresso de um jogador que chegou ao Sporting aureolado de uma das esperanças maiores do futebol britânico.

Ainda sem destino certo, mas a confirmar-se o desfecho da cedência temporária, consumar-se-á um cenário há muito pretendido pelo jogador. Recorde-se que o empréstimo do criativo começou a ser considerado há um ano, tendo o próprio jogador manifestado a intenção de sair seis meses depois aquando do mercado de inverno. Mais tarde, quando se encontrava ao serviço da sua seleção, Ryan Gauld saiu a público para exprimir à Imprensa local o descontentamento com a sua situação no Sporting: "Não era isto que esperava. Gostava de ter sido emprestado, mas o clube recusou." À altura da sua aquisição, alcunhado de Mini-Messi, Ryan Gauld custou 2,5 milhões de euros em negócio que poderia ascender a 3,75 milhões, caso os objetivos fossem cumpridos.