Há plataforma de entendimento por Slimani, que fica à espera de Bas Dost

Há plataforma de entendimento por Slimani, que fica à espera de Bas Dost
Bruno Fernandes/Filipe Alexandre Dias/Rui Miguel Gomes

Tópicos

Já há plataforma de entendimento para a cedência do argelino, mas interessados no holandês estão a oferecer pouco.

Islam Slimani, sabe O JOGO, está à espera da saída de Bas Dost para acertar definitivamente os termos do acordo de cedência com o Sporting.

As negociações entre a SAD liderada por Frederico Varandas e o Leicester, detentor dos direitos económicos do jogador que esteve cedido por empréstimo ao Fenerbahçe em 2018/19, levaram a uma plataforma de entendimento em relação a uma nova cedência, desta feita ao emblema que representou durante três épocas (2013 a 2016), tendo deixado saudades, fruto dos 57 golos em 112 jogos oficiais.

Porém, o entrave para que o regresso do internacional argelino - selecionado para representar o seu país na CAN deste defeso - seja concretizado reside na transferência de Bas Dost, goleador holandês que é dado como transferível em Alvalade, indo ao encontro da disponibilidade mútua para quebra de vínculo laboral.

Até ao momento, segundo O JOGO apurou, as abordagens ficaram longe de atingir os inicialmente desejados 20 milhões pelo atleta. Aliás, o Sevilha foi aquele que avançou com o número mais elevado: 8 M€. A SAD recusou, contudo os próprios dirigentes leoninos já admitem negociar o atleta de 29 anos por 10 M€ - além de mais 2 M€ em objetivos variáveis -, verba paga em 2016 aos alemães do Wolfsburgo. É que Bas Dost representa um elevado encargo financeiro para a SAD, dado que aufere três milhões de euros livres de impostos por temporada, o que representa seis milhões de euros incluindo a respetiva carga fiscal, com o holandês a ter contrato válido até 2021.