Godinho Lopes no balneário sem multa

Godinho Lopes no balneário sem multa

O CD da FPF revogou a multa imposta ao Sporting por ter tido "pessoas não autorizadas" no balneário no jogo da 10ª jornada com o Moreirense.

O Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) concedeu provimento ao recurso do Sporting e revogou a multa imposta ao clube por ter tido "pessoas não autorizadas" no balneário da equipa. Inicialmente, o Sporting tinha sido punido com uma multa de 7.140 euros por o presidente Godinho Lopes ter ido ao balneário da equipa durante o intervalo do encontro com o Moreirense, da 10ª jornada do campeonato, que terminou empatado a dois golos.

Em comunicado, o organismo anunciou que decidiu validar o recurso do clube de Alvalade e retirou a punição ao agora presidente demissionário do Sporting. No mesmo comunicado, o CD da FPF confirmou o despacho da Comissão de Instrução e Inquéritos (CII) da Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP), que decidiu arquivar o processo de inquérito à responsabilidade do Benfica em alegados "erros" na segurança do dérbi de 2011/2012, no Estádio do Luz. O Sporting tinha apresentado um recurso no organismo que visava a reabertura do processo, acabando esse pedido por ser agora rejeitado pelo CD da FPF.

A CII decidiu-se pelo arquivamento, que foi remetido para esta instância a 27 de novembro, pelo Conselho de Disciplina (CD) da Federação Portuguesa de Futebol (FPF), fundamentando a decisão na "ausência de responsabilidade do Benfica pelos factos ocorridos no jogo de 26 de novembro de 2011, no Estádio da Luz". O dérbi da 11ª jornada da edição de 2011/12 da I Liga, que terminou com a vitória do Benfica por 1-0, com um golo do espanhol Javi Garcia, foi marcado por vários incidentes, nomeadamente o incêndio de várias cadeiras da zona do estádio destinada aos adeptos do Sporting, protegida por uma "caixa de segurança".

Na ocasião, o então vice-presidente leonino Paulo Pereira Cristóvão considerou de "pré-históricas" as condições para os adeptos do seu clube na Luz.