Gelson Martins na mira do Bayern

Rafael Toucedo

Tópicos

Alemães acentuaram observações e ponderam o 77 para rejuvenescer o ataque, mas a SAD não o deixará sair agora

Bayern Munique, pentacampeão alemão e atual líder da Bundesliga, intensificou nas últimas semanas as observações a Gelson Martins e, ao que O JOGO apurou, pondera mesmo avançar para a sua aquisição a curto prazo, numa perspetiva de rejuvenescimento das alas do ataque, onde pontificam dois trintões com problemas de lesões (Robben e Ribéry, com 33 e 34 anos, respetivamente).

Os bávaros estiveram até no recente dérbi com o Benfica, na Luz, para ver a performance do atleta num jogo de alto risco, e os relatórios sobre o 77 têm sido muito positivos. Gelson Martins, de 22 anos, destaca-se pela velocidade e capacidade de drible, mas o seu compromisso defensivo e a crescente veia goleadora são atributos que agradam e valorizam a sua cotação internacional.

Em Alvalade não se equaciona a saída de peças fulcrais na equipa nesta janela de mercado, pelo que os talentos mais apetecíveis, como Gelson Martins ou William Carvalho, são para ficar e ajudar na luta pelas quatro provas em que o Sporting está envolvido, com especial destaque para a Liga, o objetivo principal de 2017/18.

Tendo em conta os valores que se movimentam no mercado internacional, os 60 milhões de euros da cláusula de rescisão atual, relativos ao vínculo que expira em 2022, até podem parecer pouco. Mas a SAD leonina está salvaguardada por um "acelerador de cláusula", ou seja, se alguém quiser bater os 60 M, o Sporting pode rejeitar a saída mediante o pagamento ao jogador de 1,5 M, o que elevaria o valor rescisório para os 100 M (o teto atual do clube leonino, à semelhança do que está em vigor com Bruno Fernandes).

Há dois anos, o Bayern pagou ao Benfica 35 milhões de euros por Renato Sanches, com mais 45 em variáveis, sinal de que o custo de Gelson não é um problema. Apesar de o médio do Swansea não ter vingado no clube, os alemães mantêm-se atentos aos talentos que despontam em Portugal. O jogador, em caso de saída, daria prioridade às ligas espanhola e inglesa, mas o Bayern seduz sempre.