"Foi chato ver os familiares dos jogadores a ligarem"

"Foi chato ver os familiares dos jogadores a ligarem"

Bruno de Carvalho, em declarações à Sporting TV, congratulou-se com a rápida ação da polícia e pediu tranquilidade aos sportinguistas

Nem post, nem Instagram: "É um caso triste, mais um dia triste no futebol português. Felizmente que a polícia atuou rapidamente e bem. Se não estão todos detidos, estarão quase todos. A partir daqui é chover no molhado. A polícia está a fazer bem o seu trabalho. Acompanhei de perto o que podia, estive aqui a dar o apoio e solidariedade aos que também são a minha família. Há coisas que ultrapassam tudo. Não há post, não há Instagram, não há nada que apague um momento destes. Já é assim nas famílias. Os jogadores querem sentir-se seguros e nós queremos que eles estejam bem para ganharem a Taça de Portugal. Posso compreender a frustração dos sportinguistas, não posso deixar de repudiar... Isto não é frustração, é crime puro"

Apelos: "Queremos que os sportinguistas tenham calma. Este tipo de acontecimentos tem de ser vividos com tristeza, mas também com a alegria de ter a polícia a fazer o seu trabalho. Mal seria se não tivessem apanhado ninguém, se não soubessem o que está a acontecer. Internamente, haveremos de averiguar, perceber se houve lapso nas condições de segurança... Porque não gostamos, porque repudiamos e porque temos famílias. Há linhas que não se passam. Foi chato ver os familiares dos jogadores, do staff a ligarem, os meus pais, as minhas filhas, a minha mulher..."