FIFA não dá luz verde a Niculae

Sérgio Krithinas

Tópicos

O organismo que manda no futebol mundial reconhece artigo que determina início da época com o campeonato, mas diz que não há jogos oficiais fora de cada época. Utilização do romeno é um risco para os leões.

O esclarecimento da FIFA em relação ao caso Niculae... nada esclarece, o que implica enormes riscos para o Sporting caso opte por utilizar o avançado romeno. O JOGO sabe que o organismo que manda no futebol mundial já respondeu às dúvidas colocadas pelos leões e pela FPF, e fê-lo de uma forma dúbia.

Por um lado, sabe O JOGO, a FIFA reconhece que o artigo 9 do preâmbulo do seu Regulamento de Transferências determina que a época começa no primeiro jogo oficial para o campeonato do respetivo clube; por outro, avisa que não se podem disputar jogos oficiais fora de uma temporada - o que seria o caso da Supertaça da Roménia, disputada a 14 de julho, e onde Niculae jogou pelo Dínamo de Bucareste antes de se transferir para o Vaslui. E mais: a FIFA determina também que a responsabilidade de determinar o início e o final de cada temporada é definido por cada federação nacional - tanto a portuguesa como a romena balizam as respetivas temporadas de 1 de julho a 30 de junho.

Perante uma resposta tão ambígua e nada definitiva, o Sporting ainda poderá inscrever e utilizar Niculae. O problema é que se o fizer, qualquer adversário dos leões poderá avançar com uma queixa ao Conselho de Disciplina, iniciando um processo jurídico que, muito provavelmente, só terminará na própria FIFA ou no Tribunal Arbitral do Desporto (TAS). Neste caso, se a decisão final for desfavorável aos leões, estes serão condenados a derrota em todos os jogos em que Niculae participe.

Um risco demasiado grande e que, muito provavelmente, o Sporting não está disposto a correr. Por isso, o cenário mais provável nesta altura é que Niculae não vista de leão ao peito... pelo menos para já.