Festa de Alvalade termina com invasão de campo

Festa de Alvalade termina com invasão de campo

Os adeptos do Sporting invadiram o relvado do Estádio José de Alvalade pouco depois do capitão Rui Patrício ter entregado, simbolicamente, a Taça de Portugal conquistada frente ao Braga.

Numa falha de segurança, em poucos segundos, muitos dos cerca de 30 mil espetadores presentes no recinto entraram para o relvado, impossibilitando o discurso do presidente Bruno de Carvalho, previsto e anunciado pelo próprio à saída do Jamor.

Às 23h15 os jogadores entraram, por ordem numérica, para o recinto, tendo o capitão Rui Patrício ficado para último, trazendo com ele o troféu da prova rainha, sob uma monumental salva de palmas, dirigindo-se para o palco, montado na zona central do relvado. Antes desfilaram as categorias de benjamins, iniciados e infantis (da geração de 2002) campeões nacionais dos seus escalões.

Assim que Rui Patrício entregou a Taça de Portugal, 16.ª do historial leonino, a Bruno de Carvalho, centenas de adeptos invadiram o relvado do Estádio de Alvalade, apesar do apelo para que tal não acontecesse. No calor da festa, Nani foi levado em ombros pelos adeptos e o treinador Marco Silva saiu pouco depois.

Recorde-se que o Sporting conquistou este domingo a 75.ª edição da Taça de Portugal ao vencer o Braga, por 3-1, na marcação de grandes penalidades, após o empate (2-2) que se registou no final dos 120 minutos.