Ferro Rodrigues culpa Bruno de Carvalho: "Põe em causa o país"

Ferro Rodrigues culpa Bruno de Carvalho: "Põe em causa o país"

Presidente da Assembleia da República fala em "caso gravíssimo", em alusão à invasão e agressões registadas na Academia de Alcochete.

Ferro Rodrigues apontou esta quarta-feira o dedo a Bruno de Carvalho, na sequência das agressões a elementos do Sporting na Academia de Alcochete.

"Este não foi um caso de polícia. Foi um caso gravíssimo que coloca em causa o desporto português, o Sporting Clube de Portugal e o país", começou por dizer Ferro Rodrigues aos jornalistas, na Assembleia da República (AR).

Ferro Rodrigues, sócio do Sporting há 68 anos, responsabilizou Bruno de Carvalho pelos acontecimentos de terça-feira na Academia do clube, que foi invadida por cerca de meia centena de adeptos que agrediram jogadores e elementos do staff leonino.

A propósito de um debate que houve há semanas no Parlamento sobre violência no desporto, Ferro Rodrigues afirmou, com ironia, que, já depois de ele próprio ter saído da sala, "o presidente do Sporting falou e aproveitou para fazer uma daquelas extraordinárias intervenções como é habitual".

"É bom que autoridades judiciais, que investigam tanto os políticos, investiguem bem os dirigentes desportivos", acrescentou Ferro Rodrigues, que disse que a realização da final Taça de Portugal é da responsabilidade da Federação Portuguesa de Futebol (FPF), mas sugeriu medidas radicais: "Não me chocaria que a final da Taça fosse feita à porta fechada ou na Vila das Aves", rematou.