Bruno de Carvalho vai a julgamento a 18 de novembro, avança o Expresso

Bruno de Carvalho vai a julgamento a 18 de novembro, avança o Expresso

Julgamento do antigo presidente do Sporting e restantes arguidos do processo da invasão à Academia de Alcochete arranca a 18 de novembro.

O julgamento do processo da invasão à Academia do Sporting, em Alcochete, arranca a 18 de novembro e vai prologar-se até 31 de janeiro, adianta esta quarta-feira o Expresso.

Bruno de Carvalho, antigo presidente leonino, e os restantes 43 arguidos serão julgados no tribunal de Monsanto e Sílvia Rosa Pires será a juíza encarregue do processo.

Os 44 arguidos serão julgados por crimes de ameaça, ofensas à integridade física e sequestro, que enquadram o crime de terrorismo, mas também detenção de arma proibida, introdução em lugar vedado ao público e dano com violência.

A invasão à Academia ocorreu a 15 de maio de 2018 e resultou numa sucessão de rescisões unilaterais no plantel do Sporting, incluindo nomes como Bas Dost, Acuña, William, Rui Patrício e Rafael Leão.