André Pinto joga em Oleiros de olho na saída

André Pinto joga em Oleiros de olho na saída
Filipe Alexandre Dias/Rui Miguel Gomes

Tópicos

Técnico Jorge Jesus, excluindo Coates e Mathieu (serão poupados) e o lesionado Tobias Figueiredo, só tem uma opção de raiz para o eixo da defesa.

André Pinto terá em Oleiros a segunda oportunidade de se mostrar de início na formação principal do Sporting, mas, segundo O JOGO apurou, a pretensão de rumar a outras paragens na reabertura da janela de transferências em janeiro mantém-se firme. Tudo porque as oportunidades concedidas pelo técnico Jorge Jesus têm sido escassas face ao que eram as expectativas iniciais do antigo capitão do Braga, quando rubricou, em abril passado, um contrato válido com o emblema de Alvalade até 2021.

Esta quinta-feira, no sintético de Oleiros, André Pinto irá comandar o setor mais recuado, pois Jorge Jesus, salvo qualquer alteração de última hora, dará descanso a Mathieu e Coates, sendo que Tobias Figueiredo não pode ser opção devido à entorse na tibiotársica da perna direita, contraída no passado fim de semana, que o afastará dos relvados entre três a quatro semanas. Resta saber quem irá alinhar ao lado de André Pinto, com a adaptação de Petrovic ao eixo defensivo a surgir como hipótese mais provável.

Certo é que André Pinto pode mostrar-se na Taça de Portugal, depois de o ter feito com o Marítimo, para a Taça da Liga, ele que nos últimos dias de agosto, percebendo o destino imposto por Mathieu e Coates, solicitou aos responsáveis leoninos uma cedência por empréstimo, algo que foi recusado pela administração da SAD.