Foram dias loucos para Salin: negociou saída antes de virar figura na Luz

Foram dias loucos para Salin: negociou saída antes de virar figura na Luz

SAD e jogador negociaram saída há menos de uma semana, mas a Luz alterou as perspetivas.

A resposta dada por Salin nos treinos e em jogo - primeiro beneficiando da cervicalgia de Viviano, depois dos primeiros momentos de adaptação do recém-contratado Renan -, concretamente frente ao Moreirense, Vitória de Setúbal e Benfica, onde foi decisivo, mudaram a perspetiva que SAD e jogador tinham em relação à ligação profissional de ambos. Segundo o que O JOGO apurou, por um lado, a sociedade liderada por Sousa Cintra já não vê o guardião francês como um "dispensável", por outro o próprio atleta demonstra menor assertividade na procura de uma saída de Alvalade, cenário que foi desejado nos últimos tempos.

Aliás, apurou o nosso jornal, Sousa Cintra e Salin, antes do encontro da Luz, discutiram mesmo a possibilidade de o jogador sair. Então, em cima da mesa esteve a desvinculação de Salin, que tem apenas este ano de contrato, pagando o Sporting grande parte dos salários ainda por vencer. Sousa Cintra recusou tal cenário, argumentando que o guarda-redes de 34 anos arranjaria facilmente uma solução para a sua carreira, pelo que a SAD aceitaria a desvinculação sem custos. Porém, lembrando que nesta fase o mercado está limitado no que à colocação de um guarda-redes diz respeito, Salin apontou para outra solução, uma renovação por um ano e consequente cedência por empréstimo por parte do Sporting, com os custos a cargo do emblema de destino. Sousa Cintra recusou igualmente o cenário e hoje Salin é o titular, tendo consolidado o estatuto na Luz face a Renan e Viviano.