Há um novo interessado em Palhinha que já investiu 70 milhões este verão

Há um novo interessado em Palhinha que já investiu 70 milhões este verão
Rafael Toucedo/Rui Miguel Gomes

Tópicos

O Sporting há um par de anos que resiste a propostas pelo camisola 6 sem o ter ainda rentabilizado em campo. São exigidos 15 milhões para o libertar e, para já, passou a entrar nas contas de Rúben Amorim.

O Leeds United, emblema que acaba de subir à Premier League e está a investir forte para 2020/21, é o mais recente interessado em João Palhinha, apurou O JOGO. Ao que foi possível saber, a dupla formada por Marcelo Bielsa, treinador, e Víctor Orta, diretor para o futebol dos ingleses, terão sondado o Sporting a perguntar pela situação do médio e conhecer as condições para uma transferência.

Ainda falta praticamente um mês para o fecho do mercado e muita tinta vai certamente correr sobre o futuro de João Palhinha, já que embora tenha sido reintegrado recentemente no plantel de Rúben Amorim e tenha dado bons indicadores nos primeiros minutos em campo na pré-temporada, o cenário de saída ainda está de pé. Amorim não vê ninguém no plantel com as características de Palhinha e a sua permanência na equipa ganha força, mas se chegar à SAD uma proposta na ordem dos 15 milhões de euros a intenção é a de negociar o seu passe. A sociedade leonina colocou a fasquia de uma venda nos 15 milhões, mas ainda não apareceu neste defeso uma proposta que satisfaça essa pretensão e permita um encaixe muito desejado... e necessário.

O Leeds já investiu neste defeso cerca de 70 milhões de euros para se apresentar em força no principal escalão inglês, com Rodrigo (Valência), Koch (Friburgo) e Hélder Costa (Wolves) à cabeça, e tem ainda mais para reforçar o plantel.

O Sporting conta com Wendel, Matheus Nunes, Bragança, Rodrigo Fernandes e Palhinha para as duas vagas no miolo, tendo "riscado" da equipa Doumbia. Contra o Valhadolid, Palhinha entrou e os leões melhoraram, sinal de que encaixaria bem no esquema, equilibrando a equipa com o seu posicionamento e intensidade. Mas o mercado ditará a sua lei.