Geraldes já tem regresso à vista

Geraldes já tem regresso à vista

SAD quer vender Elias - que aufere um vencimento ligeiramente acima de um milhão de euros livres de impostos - e devolver Meli, abrindo espaço para o jovem que está cedido ao Moreirense

O médio Francisco Geraldes, cedido por empréstimo ao Moreirense, pode regressar a Alvalade em janeiro. Segundo O JOGO apurou, a possibilidade de o internacional sub-21 ser incorporado no plantel às ordens de Jorge Jesus é um cenário que está em cima da mesa dos responsáveis da SAD liderada por Bruno de Carvalho, isto na sequência da perspetiva de reformulação do meio-campo na reabertura do mercado de transferências.

Em causa desde logo estão as saídas de três jogadores - Elias, Meli e Petrovic (ver peça à parte) -, ainda que Francisco Geraldes seja visto como um sucessor natural de Elias. O mercado chinês é uma das saídas que o internacional brasileiro tem, ele que tarda em conseguir afirmar-se na equipa, tapado que está por Adrien. Os 504 minutos de utilização nos 13 jogos disputados demonstram o papel secundário que Elias tem desempenhado no elenco de Jorge Jesus, onde é um dos elementos com vencimento mais elevado - aufere pouco acima de um milhão de euros líquidos por ano -, pelo que a SAD vê com bons olhos a sua saída. Outro dos elementos que estão de saída e que deixam, naturalmente, a porta aberta para a entrada de Francisco Geraldes é o argentino Marcelo Meli, que contabiliza 16 minutos de jogo na época em curso e cuja cedência por parte do Boca Juniors está prestes a ser interrompida. O San Lorenzo é um dos clubes que podem acolher o atleta.

Certo é que o regresso de Francisco Geraldes, titular na formação minhota, agora orientada pelo antigo diretor para o futebol profissional do Sporting Augusto Inácio, está a ser equacionado, ainda que a concretização do mesmo esteja obviamente dependente das saídas de Elias e/ou Meli. E a redução de custos virou desejo em Alvalade depois do afastamento da Europa.