Foi um dos primeiros reforços de Varandas e tem destino quase certo

Foi um dos primeiros reforços de Varandas e tem destino quase certo
Rafael Toucedo

Tópicos

Médio Doumbia chegou dos Jogos Olímpicos e não integrará o plantel de Amorim, podendo rumar à Turquia.

Idrissa Doumbia vai prosseguir a carreira de novo longe de Alvalade, depois do empréstimo na última temporada ao Huesca, e o Yeni Malatyaspor, da Turquia, perfila-se para acolher o costa-marfinense. Ao que O JOGO apurou, os turcos estão a ponderar avançar com uma proposta de empréstimo pelo médio.

O jogador, recorde-se, foi um dos primeiros reforços da presidência de Frederico Varandas, eleito já depois de fechar o mercado de verão, no qual Sousa Cintra esteve a cargo das operações. Em janeiro de 2019, o Sporting contratou Doumbia ao Akhmat Grozny por 3,8 M€ (vínculo até 2023/24), com o clube russo a ficar com 25% de uma mais-valia em venda futura.

Doumbia surpreendeu numa fase inicial, mas a sua produção foi caindo e acabou por desiludir. Somou em época e meia 49 presenças (um golo), antes de ser emprestado na última época ao Huesca, no qual somou 25 jogos. Mais recentemente, esteve presente com a sua seleção nos Jogos Olímpicos e entretanto já voltou a Lisboa, mas para partir de novo.