"Foi óbvio desde o princípio que o Peseiro não servia os interesses do Sporting"

"Foi óbvio desde o princípio que o Peseiro não servia os interesses do Sporting"

Madeira Rodrigues falou da saída de Peseiro e apontou sucessor para o comando técnico dos "leões".

Pedro Madeira Rodrigues falou da derrota do Sporting com o Estoril e da saída do técnico José Peseiro. O ex-candidato à presidência dos "leões" criticou Frederico Varandas, em declarações à CMTV.

"Peseiro fez o que se esperava que fizesse. Está a dois pontos do primeiro lugar, a derrota com o Estoril foi um jogo atípico. Quem não sabia com o que ia contar é porque não percebe nada disto. Foi óbvio desde o princípio que José Peseiro, que é boa pessoa, não é mau treinador, não servia os interesses do Sporting. Nesta altura, a três dias de um jogo importantíssimo com o Santa Clara, depois do jogo com o Arsenal, um ciclo decisivo que aí vem, e acontece isto... Quando tudo podia ter sido decidido a 8 de setembro com a escolha de outro candidato à presidência. Peseiro ficou no Sporting sem qualquer tipo de apoios, Frederico Varandas não lhe deu apoio e tinha de lhe ter dado confiança. Agora tira-lhe o tapete de forma surpreendente e deixa o caminho muito complicado para o próximo treinador. Sinto alguma revolta e tristeza com o que está a acontecer. O Sporting cai numa crise que não é boa para o clube", disse Maadeira Rodrigues.

O ex-candidato aproveitou para apontar um sucessor no comando técnico do conjunto de Alvalade: "Ranieri reúne todas as condições e mais algumas para ser treinador do Sporting. Mas não sei se o orgulho das pessoas vai fazer com que optem por uma escolha sem o mesmo carisma e experiência. As pessoas teriam de ter a confiança dele como eu tive. Ele conhece bem o futebol português, é sensacional, gosta muito do Sporting. Provavelmente vai optar-se por um treinador português porque cai melhor, talvez Paulo Sousa, Rui Faria, talvez Jorge Mendes tenha um papel importante".