Esgaio: a liderança mais perto, a ausência de Pote e o regresso à competição

Esgaio: a liderança mais perto, a ausência de Pote e o regresso à competição

Declarações do defesa do Sporting, esta segunda-feira, sobre, entre outros temas, o cenário no campeonato, o impacto da falta de Pedro Gonçalves e o início da disputa da Taça

Liderança mais perto [a um ponto do Benfica]: "Temos os nossos objetivos. Jogo a jogo, a ganhar todos. Não estamos focados nos resultados dos adversários. Sabemos o que precisamos de fazer para chegar lá [ao primeiro lugar]."

Falta de Pote: "É um jogador que faz bastante diferença. Foi o melhor marcador do último campeonato. A equipa tem estado bem. Temos ganho pela margem mínima, mas as equipas jogam contra nós de forma diferente e é difícil criar oportunidades. Não marcamos tão cedo e o jogo não fica tão fácil para nós. A equipa precisa de todos, o Pote é uma grande mais valia."

Jogo com Belenenses: "Encaramos como qualquer um. É para ganhar. O Sporting está diferente, tem um grupo diferente, todos a trabalhar para o mesmo: meter o clube o mais acima possível."

Preparação para ciclo de jogos: "A equipa está bem. Tivemos uma semana tranquila, deu para recuperar índices físicos e estamos preparados para o que aí vem."

Jogar a defesa central: "Sinto-me bem. Já me conhecem. Faço qualquer posição em campo para ajudar a equipa para se alcançar os objetivos."

Trabalho de Amorim: "Não dá para facilitar com o mister [sorri]. Mesmo que não haja competição, ele gosta de manter os níveis de intensidade, não deixa que a equipa relaxe. Foi assim que trabalhamos para voltar à competição com motivação e índices físicos em alta."

Presença de mais público: "Tem sido fantástico. O apoio deles é impressionante, como se viu em Arouca. Agradecemos a disponibilidade deles e espero que estejam sempre connosco."