"Era muito acarinhado no Sporting e senti que as pessoas ficaram tristes"

"Era muito acarinhado no Sporting e senti que as pessoas ficaram tristes"

Luís Maximiano deixou o Sporting esta época para rumar ao Granada.

Em entrevista aos meios de comunicação do Granada, clube espanhol no qual se tem afirmado, Luís Maximiano assumiu que foi difícil sair do Sporting, onde se formou.

"Sabia que era um jogador muito acarinhado no Sporting e senti que as pessoas ficaram tristes quando saí. Também fiquei triste, claro, mas há que procurar por coisas novas e seguir em frente. Estou contente aqui no Granada e sei que as pessoas também estão contentes comigo", afirmou, reconhecendo que precisava de minutos na baliza, que estava tapada por Adán nos verdes e brancos.

"No Granada gostam do meu trabalho. Quero melhorar e dar alegrias", realçou, dizendo-se ambientado.

"Mesmo que seja bom em algo, há sempre margem para melhorar, e esse é o meu objetivo. Não há guarda-redes perfeitos, como não há pessoas perfeitas, mas é preciso crescer. No Granada tentamos trabalhar todos os aspetos, sobretudo o físico, e em casa gosto de fortalecer a mentalidade. É algo importante no futebol", acrescentando, quando desafiado a definir-se como guarda-redes.

Max, de 22 anos, realizou seis jogos até ao momento.