Equipa B do Sporting já tem divisão e houve uma exigência a cumprir

Equipa B do Sporting já tem divisão e houve uma exigência a cumprir
Rui Miguel Gomes

Tópicos

Responsáveis leoninos foram ontem informados pela FPF sobre o enquadramento competitivo que será dado à nova formação secundária em 2020/21.

A equipa B do Sporting vai competir no Campeonato de Portugal já na próxima temporada. Segundo O JOGO apurou, os responsáveis leoninos tiveram ontem a confirmação por parte da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) que a sua equipa secundária é uma das quatro que, por mérito desportivo, será integrada no terceiro escalão do futebol nacional, isto antes de uma reestruturação dos quadros competitivos que já tem calendarização definida.

O Sporting, de acordo com informações recolhidas pelo nosso jornal, teve, porém, de comprometer-se a cumprir uma das exigências do órgão federativo, concretamente a manutenção da equipa de sub-23 na disputa da Liga Revelação, assim como as restantes equipas de formação, que, naturalmente, nunca estiveram em causa.

Frederico Varandas, presidente do Sporting, tinha como objetivo, desde a primeira hora, em setembro de 2018, a reativação da equipa B - depois da decisão do seu antecessor, Bruno de Carvalho, no final de 2017/18, em não renovar o protocolo para manter a equipa secundária, encaminhando-a para a despromoção desportiva e extinção da mesma, então apontando os custos excessivos como uma das causas -, tendo agora conseguido o desiderato um ano antes do objetivo proposto, que era o início da estação 2021/22. A FPF abriu a porta ao regresso, os leões aproveitaram e têm de encontrar soluções orçamentais que sustentem mais um projeto, indispensável para quem pretende apostar cada vez mais na formação.

Agora, emergem uma série de questões que começam a ser estudadas depois da comunicação da FPF. A primeira das quais passa pelo treinador, pelos jogadores, mas também onde irá atuar a formação secundária, uma vez que a Academia está a ser intervencionada e possui apenas um campo principal com bancada, onde jogam os sub-23, equipa feminina, juniores e juvenis. É possível que o Sporting venham mesmo a optar por outro campo para atuar como visitado. O plantel, esse, será constituído maioritariamente por atletas provenientes dos atuais sub-23, podendo igualmente integrar elementos que estão cedidos a outros emblemas, em patamares competitivos inferiores à primeira divisão.

Escolha do treinador em marcha e Leonel Pontes pode subir
Definido o regresso à competição da equipa B na próxima temporada, os responsáveis leoninos vão agora, sabe O JOGO, acentuar as diligências no sentido de escolher um técnico que trabalhe de forma próxima com o responsável pela equipa principal, no caso Rúben Amorim. Aliás, este terá mesmo uma palavra a dizer. Como o nosso jornal oportunamente deu conta, o técnico dos sub-23, Leonel Pontes, é um dos mais sérios candidatos a assumir o projeto, mas outros nomes estão naturalmente a ser considerados por Frederico Varandas.