"É uma pena o Rúben Amorim não ter chegado mais cedo ao Sporting"

"É uma pena o Rúben Amorim não ter chegado mais cedo ao Sporting"

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.

Carlos Xavier é da opinião que o treinador leonino tem tido um papel decisivo nas renovações dos vários jogadores. Sublinha ainda que este é o "caminho para o Sporting continuar a ganhar".

Carlos Xavier recebeu com satisfação a notícia de que Pedro Porro assinou um contrato com o Sporting até 2025. O antigo lateral-direito/médio dos leões disse a O JOGO que a SAD liderada por Frederico Varandas tomou a "decisão certa" e tem feito "um percurso meritório".

"Estão a fazer um trabalho valioso, é este o caminho para o Sporting continuar a ganhar", sublinhou Xavier, destacando o papel de Rúben Amorim na condução dos destinos da equipa profissional. "Só tenho pena que o Rúben não tenha chegado mais cedo ao Sporting. Além de ser um grande treinador cria uma enorme empatia com os jogadores e isso também leva a que os jogadores se sintam confortáveis no clube e não pensem duas vezes quando têm a possibilidade de renovar os seus contratos", explicou.

Além de Porro, do plantel principal já renovaram Adán, Neto, Daniel Bragança, Matheus Nunes, Palhinha, Gonçalo Inácio e Pedro Gonçalves.

Esta temporada, o Sporting ganhou dois títulos, os menos importantes, mas segundo Carlos Xavier não há razões para "mudar o rumo do projeto", até porque "a equipa está sólida", o treinador "confiante", e a direção unida. "A presença na próxima edição da Liga dos Campeões também é um factor decisivo para o sucesso dos clubes", acrescentou.