Desmentida ameaça de demissão

Numa conferência de imprensa em que avisou que não poderia responder a tudo, por fazer parte das negociações, o presidente do Sporting não confirmou o pedido de demissão.

Confrontado com a notícia de que teria ameaçado a banca parceira do Sporting que se demitiria caso as exigências dos bancos credores não fossem mudadas, o presidente do Sporting disse apenas. "Nem tudo que é notícia é noticiado. Mais cedo ou mais tarde, os sócios do Sporting saberão o que tem acontecido nas negociações".